.

.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

A Serenidade.



O homem acreditando na verdade,
A luz da razão do ser,
O Universo inteiro sem limites,
A visão crítica do corpo e do espírito,
O encontro pleno da creatura com o Creador,
A consciência integrando o passado, o presente e o futuro,
O amor no cenário da existência, o bem e o mal,
O aprendizado, as transformações, a identidade, a igualdade, as mãos dadas,
A amizade, a pureza da flor branca da natureza,
O ritmo, os cânticos, a sonoridade, a voz, a música, o Universo, a profundeza do ser.
As expectativas, a diversidade, os valores, os ideais, a realidade longínqua.
A justiça, o homem dentro de si mesmo, alcançando a significação evolutiva do ser.
A eternidade fazendo a linguagem inteligível da espiritualidade.
A liberdade sendo contínua promessa no mundo da alma,
A fé alimentando e enriquecendo o homem nas sombras e nas luzes.
A caridade, o poder do ser humano de fazer doação, de acalentar, de suavizar a dor nos caminhos da Terra.
A bondade, a fraternidade, o silêncio, suavizando as tempestades da alma.
O pensamento, a ideia, o ideal, o espírito, a imagem do homem no Cosmos.
A ciência, a filosofia, a religião, quebrando os grilhões, ensinando os pródromos da verdade.
A humildade, o Evangelho de Cristo, a educação espiritual, a natureza, a Creação, Deus.
A eternidade, a vida, a dificuldade do homem em encontrar o começo, o meio e o fim,
O homem sendo ele mesmo em todos os tempos.
A alegria, a certeza, a consciência crítica da vida eterna, as respostas para as indagações: quem sou, de onde vim, para onde vou?
A serenidade, o silêncio, a eternidade, a evolução, Deus, toda a Creação.
LEOCÁDIO JOSÉ CORREIA
Mensagem psicografada pelo médium
Maury Rodrigues da Cruz
Extraída da obra:
"Horizontes da Alma"

Nenhum comentário:

Postar um comentário